Produtos

Antúrios e cia. (Araceae)

Anthurium binotii / antúrio-de-binot

Clique na imagem
para ampliar

Antúrio acaule de porte ereto, medindo 30-50 cm de altura, dotado de folhas coriáceas, brilhantes e verde-intensas na face superior e verde-amareladas na inferior, elíptico-lanceoladas, de 15-30 cm de comprimento por 6-12 cm de largura. Nervuras nas margens pouco visíveis, porém costadas e fortemente marcadas lateralmente (ver primeira foto). Espata linear-lanceolada, contorcida, de coloração verde-olivácea; espádice cilíndrico e recurvado na maturação dos frutos, que possuem pigmentação amarelo-alaranjada (segunda e terceira imagens).

Usos: De folhagem robusta e muito decorativa, este antúrio é recomendado para cultivo em vasos para interiores iluminados, bem como em jardins de pedras à meia sombra. Especialmente indicado para recomposição da submata na região da Serra dos Órgãos (RJ).

Cultivo: Adapta-se muito bem às regiões tropicais e subtropicais de todo o país, apreciando substrato bem drenado e rico em matéria orgânica. Vegeta melhor à sombra ou à meia sombra.

Origem: Endêmica da Serra de Petrópolis, no Estado do Rio de Janeiro.

Família: Araceae

Observações: Espécie dedicada a Jean Baptiste Binot, famoso paisagista francês que implantou os jardins do Palácio Imperial de Petrópolis, a pedido de D. Pedro II, e fundador do centenário Orquidário Binot. Multiplicada a partir de sementes nas estufas do E-jardim.

e-jardim © 2008 - Web Designer Guilherme Faria